TOUR VIRTUAL MARQUE SUA VISITA

A tecnologia renovando o processo educativo

A tecnologia renovando o processo educativo

A escola está passando por um processo de renovação. Estamos vivendo uma época de constantes transformações, de trocas rápidas de informação, em que o conhecimento nos chega de forma acelerada, refletindo as mudanças ocorridas na sociedade. É preciso que haja uma transformação efetiva e qualitativa nas práticas pedagógicas. Esse novo cenário exige do professor uma nova postura. Orientar o aluno a organizar, a selecionar as informações e a elas dar sentido é tarefa fundamental do professor.

As facilidades oferecidas pelos computadores permitem explorar uma gama ilimitada de diferentes usos da informática na educação, aumentando as áreas de aplicação e a diversidade de atividades que professores e alunos podem realizar. A informática favorece a proposta de trabalhos escolares com postura interdisciplinar. Quando propomos trabalhos temáticos, como elaboração de um jornal, a produção de textos com o auxílio dos computadores pode tornar-se uma atividade mais atrativa e prazerosa: os textos ganham cores, gráficos e imagens que se modificam sob o controle dos alunos.

A inclusão dos computadores nas escolas deve ser vista não só como fonte de informação, mas também como ferramenta para transformá-la. Cada vez mais, o professor precisa planejar e implantar propostas dinâmicas de aprendizagem, descobrindo usos criativos da tecnologia educacional que levem os alunos a gostar de aprender. O professor deve ser constantemente estimulado a modificar sua ação pedagógica e conceber o uso do computador como um apoio, e não como um novo método de ensino. É preciso saber discernir qual atividade deve ser realizado por meio da informática, saber como integrar conteúdos disciplinares, que atividades podem permitir a exploração de determinados conteúdos e com que profundidade elas devem ser realizadas.

O professor é peça-chave no processo de transformação da escola; sem o seu envolvimento, pouco se pode realizar. Por ser tão importante, o trabalho do educador não pode ser improvisado. É imprescindível que o planejamento das aulas de informática seja feito em conjunto com os professores de outras disciplinas, de modo a estabelecer a conexão
entre o conteúdo que se aprende na sala de aula e aquele que é trabalhado na sala informatizada.

Trabalhar com informática requer, simultaneamente, conhecimento técnico e pedagógico, pois um fornece suporte ao outro. A partir do momento em que se sentir seguro com as questões técnicas, o professor pode avançar na exploração da informática em atividades pedagógicas mais elaboradas.

A capacitação dos professores é de extrema importância para que haja mudanças expressivas. Isso significa que o processo de formação deve propiciar ao professor a construção de novos conhecimentos, a habilidade de relacionar diferentes conteúdos e construir um novo referencial pedagógico. O professor precisa estar atualizado e aberto às novas formas de ensinar, trocar idéias, experiências e conhecimentos com outros colegas.
Com os recursos da informática, a educação pode ensejar uma aprendizagem construtiva e significativa, na qual o aluno pode aprender de forma mais dinâmica e transformadora.

*Cristiane Leone é professora no Colégio Renil em Mauá



Comente isso! Comentar

  • Não existem comentários ainda, clique em comentar e seja o primeiro!